16 de mar de 2012

À Mestra com Carinho



              Um dia eu conheci uma garota, alta, bonita, com um  sorriso largo, mas ao mesmo tempo reservada, séria, e naquele momento eu não sabia se ela me despertava medo por sua seriedade ou se me despertava amor pelo seu sorriso.
                E forte ela se manteve, por todos os tempos, por mais que de alguma forma a vida a estivesse surpreendendo, como sempre o faz nos fortalecendo, assim seguia ela também, vivendo, aprendendo, estudando, crescendo e sendo quem ela acredita ser, e o é.
                A seriedade que outrora eu havia identificado em seu olhar, se transforma em força de vontade, não somente nela, mas aos meus olhos, pois eu aprendi a enxergar nela a vontade de fazer o melhor, de se dedicar ao que lhe é importante, trabalhar naquilo que ela quer modificar: a situação educacional de tantos que vemos por aí.
                Eis que a vida, como de costume, a surpreende... nos surpreende... e nos oferece duas opções de caminho a seguir: Você pode entregar-se e lamentar-se por um algo que não estava em seus planos, ou seguir como você sempre fez e decidir que você, com aquela seriedade que eu identifiquei em seu rosto terno, vai ser mais forte do que qualquer coisa que tente te abater.
                Eu já ouvi algumas músicas com nomes de mulheres, Janaína, Irene, Juliana e até mesmo com o nome dela, Camila. E eu me pergunto qual delas eu usaria neste momento para descrevê-la, e sabe qual seria a resposta? Nenhuma, pois nenhuma diria de forma fiel quem ela é e a força que ela tem, que ela distribui a todos que se preocupam e pedem por ela. Procurei ainda alguma letra do nosso amado poeta Chico Buarque que pudesse retratá-la ou dizer de alguma outra forma a admiração que tenho e temos por ela e por tudo o que ela tem representado hoje. E também nada encontrei... Então parei de tentar descrevê-la... é... decidi então apenas trazer um pedaço de uma letra que tenho tido muita ligação nos últimos dias:
                                               “Seja Feliz
                                               Com seu país
                                               Seja Feliz
                                               Sem raiz
                                               Seja Feliz
                                               Com seu irmão
                                               Seja Feliz
                                               Sem razão
                                               Tão longa a estrada
                                               Tão longa a sina
                                               Tão curta a vida
                                               Tão largo o céu
                                               Tão largo o mar
                                               Tão curta a vida
                                               Curta a vida
                                               Curta a vida
                                               Curta a vida”      
(Dadi/Marisa Monte/Arnaldo Antunes) Seja Feliz, álbum “O que você quer saber de verdade”, Marisa Monte.
                E hoje, o que posso dizer a tão especial, forte e querida pessoa é “Seja Feliz e Curta a Vida”, minha querida, com a força que você nos transmite, e esta parece inesgotável, vem surgindo de locais inimagináveis e por isso te faz tão forte.
                Somos felizes por sabermos que você com tua serenidade, com tua razão, segue forte, e somos mais felizes ainda por podermos de alguma forma estar contigo e ver que você é vencedora já, sempre foi, e assim continuará.
                O que nome Camila te trás: Indica uma pessoa que é competente porque executa suas tarefas com amor. Com grande senso de observação e justiça, sempre sabe ver os dois lados da situação
          
             Assim és... assim a temos... assim a vemos... assim a queremos... assim te emanamos forças... assim serás todos os dias de nossas vidas.

            Contigo ontem, hoje e sempre! Como um casamento, na alegria e nas tristezas, na saúde e na doença... todos os dias de nossas vidas!

           À mestra Camila com carinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário