8 de mar de 2012

MAR DA VIDA

                Os grandes sempre dizem que tudo passará, que tudo tem uma razão e tudo sempre terá um destino certo para alcançar. Mas o que é certo de fato nessa vida?
                Para mim, é certo o fato de que nada é certo além do sol que vai raiar, da chuva que fará tudo florescer, do coração que vai bater enquanto nele houver vida. E a vida? O que é? De onde vem? Talvez estas sejam perguntas desnecessárias, pois até hoje não se descobriu nenhuma resposta para tais. Então qual é a razão de tanto nos questionarmos se não há respostas? A resposta talvez seja a única que podemos nos dar todos os dias: apenas viva e sinta o quanto é precioso poder desfrutar de tal passagem. Passagem esta que é melhor ainda se regada por boas amizades, por amor que recebemos e distribuímos àqueles que nos acompanham em nossa jornada.
                Há dias em que nos perguntamos “o que eu fiz da minha vida?”, ou como diria o célebre poeta “Vida, minha vida, olha o que é que eu fiz...”. E então, você para e olha pra si e para tudo o que já viveu e diz “nossa, quanta coisa eu fiz e quantas outras ainda quero fazer”.
                Não tenha medo de entregar-se a ela, não tenha medo de senti-la, muito menos de ir a seu mais profundo sentido. Levar a vida não é uma solução, é uma opção, e por vezes, não a mais certa. Então se você não pode ou não quer apenas levá-la, viva-a como se fosse a última, ame como se nunca tivesse amado, entregue-se e sinta o sabor doce que ela pode te trazer. E se em algum momento ela te for amarga, lembre-se de que ela é um palco onde você escreve o roteiro e pode decidir a qualquer momento sair de trás das cortinas e mostrar a todos a que veio, fazendo o teu show.
                E se no teu palco alguma queda houver, alguma ferida se abrir, e você quiser chorar, faça-o, lembrando-se sempre de que as lágrimas cessarão e no momento em que isso acontecer, suba em seu palco novamente, e continue o show de onde havia parado, sempre em frente, sempre surpreendendo e deixando àqueles que te observam o amor que você quer e pode repassar, para que quando estes espectadores saiam do espaço onde você se apresenta, possam levar consigo as melhores impressões e emoções que só a tua apresentação pode transmitir.
                Deixe que o teu show prossiga por anos e anos sempre se readaptando, sempre se reescrevendo, com as mais belas palavras e sensações. Não deixe que cada pedaço que você distribuir te faça falta, pois ele foi usado para preencher o vazio de alguém que precisava de ti, e, assim sendo, reconstrua aquele pedaço e redistribua para outros que vão se sentir tão bem ao recebê-lo.
                Deixe que o calor do sangue que corre em tuas veias e te faz sentir vivo te leve por todas as estradas por onde você possa percorrer, levando o amor, levando a alegria e sinceridade de ser quem você é. Sem medo de virar aquele copo de aventura, sem medo de experimentar aquela porção de novas emoções, sem medo de ser feliz. Pois o que vale mesmo nesse show da vida é ser feliz e, no final, você poderá dizer como o poeta “vida, ali eu fui feliz”.
                Nade neste rio caudaloso que tem bichinhos tão belos e frágeis que te ensinam como se esquivar dos obstáculos, seguindo, seguindo e seguindo com sua calda, se balançando até chegar ao seu destino. E se por algum motivo tal caminho for interrompido, não se pergunte o que fez, mas sorria por ter feito. Afinal, aplaudido você sempre será ao final desta grande aventura, deste grande rio, desta imensidão de mar que é o nosso viver.
                E que a vida te seja compreensiva como uma mãe, que te acolhe, que te abençoa, que te faz seguir; mas que ela também te seja justa para que você nunca se esqueça de que ela te dará sempre aquilo que você plantar.
                Plante o amor, semeie o amor, plante a amizade, semeie a amizade, plante a alegria semeie a alegria, regozije-se naquilo que você tem de mais precioso: A VIDA.

2 comentários:

  1. É baby... mas tenho a certeza que, enquanto alguns são apenas coadjuvantes no próprio espetáculo, você é protagonista!
    Uhuuu live your life to its fullest!

    E vamos deixar de ser gordinhos, vc daí e eu daqui, pq qdo a gente se juntar de novo vai ser chubby feelings again! hahaha

    ResponderExcluir
  2. Me sinto perto de você quando venho aqui, e adoro. Van

    ResponderExcluir